quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

'Vitórias e Derrotas'


Ganhou a discussão
Ganhou a batalha
É um valentão
Só ele é que ralha

Roubou, enganou
Mas isso que tem?
Ninguém reparou
Então tudo está bem

Olha em seu redor
De cima p’ra baixo
Para os outros só dor
São o seu capacho

Duvidosa glória
A de fazer mal
De vitória em vitória
Até à derrota final

Já o outro, pacato
Vive a sua vida
Ao Bom Deus é grato
De Deus não duvida

Foi prejudicado
Uma e outra vez?
Será compensado
Amanhã talvez

As glórias do mundo
São bem duvidosas
Espera no fundo
Outras mais gloriosas

Prossegue na rota
Da renúncia ao mal
De derrota em derrota
Até à vitória final

-----------------------------------


Colher benefício
Outros enganando?
Antes sacrifício
P’ra Deus caminhando

Eis a diferença
Entre os dois amigos
Que o exemplo convença
Que abundam os perigos

Dezembro 2011

2 comentários:

  1. Tendo dado pela existência deste blogue, dei-lhe uma primeira vista de olhos, não podendo evitar - de seguida - uma leitura integral de todas e cada uma das psicografias.

    O que se encontra aqui é um cofre de preciosidades subtis, e grandes mensagens substanciais, "disfarçadas" de poesias aparentemente singelas.

    Constituem para mim mistérios bastante sugestivos, a identidade, os trajectos expressivos e a unidade estilística de um tão filosófico quanto inspirado manancial psicográfico.

    Resta-me, para já, ter-me inscrito como seguidor da valiosa produção aqui publicada, com esperança de mais e mais "comunicações", que passo a coleccionar!...

    As mais alegres, coloridas e musicais... fraternas saudações!...

    ResponderEliminar
  2. Grato pelas suas palavras. Como modesto e limitado porta-voz dos Espíritos, não encontro palavras à altura para agradecer a sua gentileza.

    Abraço amigo.

    ResponderEliminar