segunda-feira, 4 de março de 2013

Brilho e Ilusão



Pobres dos que sacrificam a consciência  à volúpia da posse, o brilho da virtude ao do ouro. Sofrem nesta vida por antecipação o que os aguarda além-túmulo, quando verificarem que desbarataram seus cuidados a perseguir uma ilusão.

Ernesto.

(ENLSB) 3.5.13

Sem comentários:

Enviar um comentário