quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

História da Carochinha



A carochinha varria
Quando encontrou um tostão
Como não lhe pertencia
Lançou então o pregão:

'De quem é este tostão
Que encontrei agora ali?'
E apareceu um cidadão
E disse: 'Fui eu que o perdi'

'Mas que moça tão honesta
Sinto em mim um sentimento'
Pensou ele: 'Acho que é desta!'
E pediu-a em casamento

Com harmonia na vida
Sem desmedida ambição
Nunca lhes faltou comida
Para pôr no caldeirão

Ouve a voz do coração
Mesmo que seja fraquinha
E não penses que isto são
Só histórias da carochinha

Fevereiro 2013

Sem comentários:

Enviar um comentário