sábado, 29 de setembro de 2012

Béu, béu!



O meu cão é meu amigo
E se às vezes fica triste
É de achar que não lhe ligo
Ou que esqueci que ele existe

Tanto lhe dá se sou rico
Ou se sou um pobretão
Fica feliz se eu fico
Alegra-me na solidão

É feliz com o que tem
E tem a minha amizade
Seja abençoado quem
Vive com simplicidade

E eu, que sou um racional
Fico às vezes a pensar
Que o amor de um animal
Tem suas lições p'ra dar

Setembro, 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário