segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Em direcção à luz


"Nas margens do lago a luz do sol refulgia como as vestes de Jesus. Vestes simples de um homem simples, que não obstante o tornavam o centro das atenções. E a multidão bebia as suas palavras.

E as mesmas dúvidas de sempre atravessavam a mente de cada um dos seus ouvintes: Valeria a pena arriscar a segurança por uma crença? Valeria a pena seguir um homem condenado?  Estarei eu à altura de seguir um profeta?

Quem fica tolhido na indecisão, estaciona. Quem segue o bom conselho do seu coração, avança em direcção à luz.

Jamais devemos pensar que não somos dignos de uma tarefa. Antes devemos tentar desincubir-nos dela o melhor que podemos e sabemos, como os companheiros de Jesus naqueles dias maravilhosos em que Ele esteve na Terra."

Janeiro de 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário