domingo, 7 de dezembro de 2014

Contra a maré




Que importa perder a vida
Por amor da Liberdade?
Nenhuma causa é perdida
Se se defende a Verdade

Fracos ganhos representam
As vãs glórias cá da Terra
Bem-hajam os que se contentam
Com as que a Eternidade encerra

Ainda que estejas sozinho
A remar contra a maré
Deus te ajuda no caminho
Segue no rumo de Fé


Policarpo, 7 Dezº 2014

Sem comentários:

Enviar um comentário