quarta-feira, 13 de agosto de 2014

De graça recebestes, de graça dai


Rico ou pobre, pouco importa
Em tempos de aflição
Qualquer um que bata à porta
Encontra consolação

Males do corpo e da mente
Trata-os a Medicina
Já são para toda a gente
O xarope e a vacina

Mas se te achas prisioneiro
De incómodo espiritual
E se te pedem dinheiro
Alguma coisa vai mal...

'Pede, que obterás'

Disse Jesus, com razão
Em quem acreditarás:
No Mestre ou no charlatão?

S/ assinatura

ENLSB, 10.8.14

Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos;
Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel;
E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.

Sem comentários:

Enviar um comentário